terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Alimentação e a inversão de valores!

Iniciaram as aulas do nosso anjo, e agora podemos retomar as postagens.
Balanço destas férias: MARAVILHOSAS! Realmente estas férias foram bem aproveitadas, sem ansiedade, sem angústias, descansando, brincando e passeando.

Uma das novidades para este ano é rever a dieta do Rafael e da família, e estes dois primeiros meses tem sido de dedicação a este assunto, muita pesquisa, estudo, tentativas, receitas, enfim, tudo o que envolve a alimentação.
Nas minhas "pesquisas" sobre o assunto me deparei com um filme que acabei assistindo na internet chamado: "Muito além do peso", cujo link coloco abaixo para quem interessar. Eu acredito que todos os pais ou cuidadores de crianças deveriam assistir, é longo, mas faz refletir de que forma estamos alimentando nossas crianças e até nós mesmos.
Claro que é bem mais prático e fácil preparar os alimentos com os produtos refinados que encontramos em qualquer prateleira, ou comprar um pacote de biscoito ou de salgadinho ao invés de escolher, lavar e descascar frutas. Mas este vídeo é impactante não só quando nos mostra quantidades de açúcar ou gordura nos alimentos processados, mas é surpreendente ver que muitas crianças nem sabem os nomes das frutas e verduras, ou sejam, nem conhecem estes produtos que deveriam ser consumidos diariamente. Sem falar no consumo de refrigerantes!

Refletindo sobre estes números é que entendemos porque nossas crianças estão ficando acima do peso, pois além de uma dieta rica em açúcar e calorias vazias, ainda temos o fato da vida moderna, morar em apartamento, medo da violência para brincar na rua, vídeo games, computadores, tablets.

Depois de ver o documentário e consultar com uma nutricionista, começamos a colocar em prática uma nova dieta para nosso anjo Rafael. Esta dieta pode ser considerada restritiva, mas é muito saudável e já está deixando ele cheio de energia positiva e com uns quilinhos a menos.
Primeiro passo para quem não quer uma dieta restritiva, mas quer beneficiar nossas crianças que são comprovadamente sensíveis no quesito alimentos, é observar o que deixa a criança agitada, mau humorada ou irritada. No nosso caso o leite e o açúcar tinham um efeito devastador no nosso menino, ele ficava realmente alterado, parecia que estava perdido, agitado, ele pulava, gritava, e tudo meio sem sentido.
Sobre a inversão de valores fico refletindo em vários aspectos, um deles no lanche da escola, o Rafael agora acaba levando muita fruta e até alguns legumes para lanchar e chá gelado para beber, enquanto seus colegas acabam comendo bolachas, bolos, iogurtes e outros lanches processados, mas eles são a maioria. Este é o nosso mundo moderno, e esta é a alimentação das crianças deste século, mesmo nós pais sabendo que no futuro poderão surgiu consequências destes hábitos.
Foi difícil introduzir a dieta? Não, pois conseguimos substituir os alimentos ditos "proibidos" com receitas caseiras saudáveis e até alguns produtos comprados prontos em lojas de produtos naturais.
E quais são as dificuldades? O preço destes produtos prontos e também de algumas farinhas e grãos é altíssimo se comparado aos produtos refinados, e a questão de experimentar, que para nosso anjo muitas vezes é um desafio. Mas não desistimos, inventamos formas de tornar o alimento atrativo, colocamos em pratos diferentes, oferecemos em diversos momentos, comemos junto com ele o alimento oferecido, enfim, utilizamos a criatividade!
Experimentando novos lanches!
Mas tudo é uma questão de hábito, e devemos aproveitar e ensinar hábitos saudáveis de alimentação enquanto são crianças, para crescerem e se tornarem adultos felizes e com saúde!